Farmacologia
Dados apontam que fumantes desmamam mais cedo do que não-fumantes e diversos aspectos devem ser considerados neste contexto. Mas será que a nicotina afeta os níveis hormonais, produção e/ou composição do leite materno da pessoa que amamenta?
Autores de uma revisão realizada em 2016 (Napierala et al.) concluiram que a nicotina pode reduzir os níveis tanto de ocitocina quanto de prolactina na pessoa que amamenta, além de poder reduzir os níveis de gordura no leite em até 20% 😱
Um estudo canadense (Ratner, Johnson & Bottorff, 1999) encontrou que o desmame realizado por mães fumantes tinha menos relação com os efeitos físicos provocados pelo tabagismo e mais relação com a ansiedade das mães relativas ao modo pelo qual esse uso afetava seu leite e seu bebê. Os autores concluiram que a maioria das mães fumantes desmamavam seus bebês mais cedo e iniciavam o uso da fórmula pois consideravam essa opção mais segura.
Essa é uma das temáticas abordadas e discutidas no curso online Farmacologia e Toxicologia aplicadas à Lactação, ministrado pela Consultora em Lactação pelo Conselho Internacional (IBLCE) Fabi Cainé, disponível aqui na nossa plataforma.